Na tarde do dia 12 de novembro de 2017, a denunciante Celsita Brandão, internou seu Irmão no P.A Municipal de Unaí, com inicio de pneumonia. E durante sua estadia no local citado acima, Segundo Celsita ela se deparou com um paciente que estava internado e fazendo o uso de cigarro no interior do P. A “Banheiro”. E em conversação com o paciente ele havia declarado para Celsita, que o medico havia liberado para ele fazer o uso do tabaco no local. Ela no decorrer da entrevista ela chegou a chamar o P.A em hotel, pelo fato que segundo Celsita um casal ganhou alta do P.A e ficou nas dependências do P.A para passar a noite.  Segundo ela o casal também fez o uso de tabaco nas dependências do P.A. Confira na integra a entrevista em vídeo que a denunciante nos deu nesta manhã de Terça feira.

VÍDEO

Errata: Onde se disse quarta e quinta o certo é "terça e quarta".

No dia 2 de dezembro de 2014, entrou em vigor a nova Lei Antifumo, que foi regulamentada pelo Decreto número 8.262, de 31 de maio de 2014. O decreto proíbe o uso de qualquer produto derivado do tabaco em recinto coletivo fechado, público ou privado, extingue totalmente os fumódromos e estabelece que tais ambientes sejam 100% livres do tabaco.

Através desta lei entramos em contato com setor de comunicação da Prefeitura Municipal de Unaí para obter esclarecimentos.

Segundo a Assessoria da Prefeitura de Unaí “No Hospital Municipal de Unaí, na noite de ontem, houve desentendimentos entre acompanhantes de pacientes, envolvendo o uso de cigarro nas dependências do Hospital. O fato foi comunicado por escrito à direção do Hospital que vai apurar o ocorrido”.

Textos e Imagens: Robismar Pereira.