Início DESTAQUE O PODER DERROTA OS PROTESTOS. SUPREMACIA DO EXCECUTIVO CONTINUA FORTE NO PODER...

O PODER DERROTA OS PROTESTOS. SUPREMACIA DO EXCECUTIVO CONTINUA FORTE NO PODER LEGISLATIVO UNAIENSE.

1328
0
COMPARTILHAR

Por oito votos favoráveis e sete contrários os vereadores aprovaram os dois projetos 13/18 e 18/18 em segundo turno do Executivo que alteram o plano de carreira dos servidores municipais.

A sessão, mais uma vez, foi tumultuada e interrompida para explicações sobre irregularidades dos projetos. Vários foram os gritos  de protesto dos servidores  que lotaram o plenário e novamente os alvos eram a vereadora Shilma Nunes, que não se manifestou e o vereador Valdir Porto que supostamente se manifestou para ameaçar um servidor da Autarquia SAAE. Onde foi filmado um vídeo da suposta ameaça e jogado  nas redes sociais.

No decorrer da votação os servidores tinham planejado um protesto com um caixão simbolizando o enterro do plano de carreira dos Servidores, mas eles foram impedidos de adentrar ao plenário com o caixão. Para esclarecer o ocorrido  entramos em contato com a assessoria da câmara para que a mesma se manifesta se sobre a entrada do objeto que seria utilizado no protesto e até o fechamento desta matéria eles não se manifestou. Os servidores para simbolizar o descontentamento com a votação dos projetos eles jogaram faixas e cartazes no lixo exposto no meio do plenário.

Afonso do Garapuava dançou no meio do plenário  com alguns cartazes que tinham dizeres de ofensas contra o vereador Valdir Porto.

O vereador Diego Professor que havia feitos criticas para nossa reportagem sobre que não tínhamos colocado as duas versões sobre a votação do primeiro turno. Queremos deixar claro que nossos  textos só relatam o que acontece em plenário, como o vereador que também é servidor na área da educação  e não se manifestou em nenhuma das duas reuniões, ficaria difícil transcrever algo que não aconteceu. Tanto no primeiro turno e tanto no segundo turno o  vereador entrou mudo e saiu calado e só ficou rindo dos acontecidos e das situações em plenário.

Outro vereador que também não se manifestou sobre o projeto e ficou a maioria do tempo utilizando  o aparelho celular no aplicativo whatsapp foi o vereador Valdir Porto onde a foto pode demostrar.