Aconteceu na  16ª Reunião Ordinária da 2ª Sessão Legislativa da 18ª Legislatura, no dia 21 de Maio de 2018, (Segunda-feira). Foi marcada por denuncia e por violência tanto verbal e corporal por 2 vereadores daquela casa de lei confira em sequência o acontecido.

Os ânimos começaram a se exaltar  logo no inicio  após  um pronunciamento de um acadêmico de uma faculdade de nossa cidade, onde  o acadêmico  Wander, aluno do 3º período de direito, começou  dizendo:  “Estou aqui não apenas como um estudante, mas também representando as famílias que perderam seus entes queridos vitimas desse transito assassino de Unaí” Ele também questionou  a educação no transito, através de projetos nas escolas e faculdades de nossa cidade. Wander terminou seu discurso pedindo: “Peço aos nobres amigos vereadores que  cobrem do governo municipal maior atuação no transito, a vitima amanhã pode ser você!”. Terminando o discurso com essa frase.

Na hora que o acadêmico Wander estava pronunciando na tribuna sobre o Transito ,aconteceu um acidente enfrente a Câmara Municipal no mesmo estante de sua fala.

Logo em seguida vários vereadores fizeram questionamentos sobre o assunto, o Vereador Alino coelho citou o acidente ocorrido no dia 12 na cidade de Unaí e segundo o vereador o motorista envolvido no acidente era um estudante de direito confira: ”Queria pedir o nobre estudante de direito que faça uma campanha na sua faculdade, porque na realidade tivemos duas pessoas vitimadas e os locais estavam sinalizados, muitas das vezes são as pessoas que estão nas faculdades e estão nas escolas e não tem educação de saber respeitar o sinal de pare, infelizmente tivemos um acidente recentemente e era justamente um estudante que está fazendo direito.” Afirma o vereador Alino.

Mais clima esquentou mesmo quando Ilton Campos foi em defesa do acadêmico ” Aqui em meu nome pedir desculpas a você não generalizar a culpa para os estudantes de direito de nossa cidade”.

Logo em seguida o vereador Valdir Porto falou de direção defensiva que a culpa não seria do prefeito e nem dos vereadores e sim de cada pessoa que não respeita o trânsito. Também citou o caso do acidente da servidora municipal ocorrido e antes de terminar a fala o vereador fez uma denuncia que um dos vereadores da casa de lei não possuir habilitação confira: ”Tem cidadão que nem habilitação tem aqui na câmara e quer dar um de bacana, primeiro tem que dar exemplo e depois cobrar e dar exemplo” Afirmou Porto.

Nesse momento a coisa esquentou de verdade. O Vereador Ilton Campos, pediu questão de ordem ao presidente da casa  e que solicitasse do vereador para esclarecer quem  não teria educação e habilitação e que segundo Campos a casa de lei está com essa moda de fazer denuncia   e não dar o nome do parlamentar envolvido. Ele ainda  lembrou  no do caso de racismo que aconteceu recentemente e não foi selecionado.

O vereador Valdir Porto também pediu questão de ordem e foi concedido pelo Presidente, ele o disse: “ Gostaria só explicar para o nobre colega Ilton Campos nessa casa tem que ter respeito na hora que um fala o outro tem que escutar e eu aprendi no exercito que quando um burro fala o outro abaixa a orelha eu calei durante  duas semanas para não ter polêmica e para não ter aplausos e vaias de ninguém, agora eu vou para o pau, vamos para a luta, então tem que me respeitar, sou corregedor da casa e vou passar a caneta agora, dessa maneira que está indo colega falando de colegas e desrespeitando, agora tem que falar é do projeto e não fale mais de mim, agora como diz o mineiro, vou apelar e vou até para a pancada. E eu não falo de ninguém aqui e agora, por favor, e gostaria que o senhor fizesse silêncio calasse sua boca a hora que estou falando.” E no decorrer de sua questão de ordem o vereador novamente falou que na casa tem vereador que não tem habilitação veja: “ Segundo informações tem vereador sim na casa que não tem habilitação e cabe ao senhor que é advogado dos bacanas é só correr atrás e investigar passeiro. ’’ Disse o vereador Corregedor da casa de lei.

Depois das questões de ordem tudo parecia tranquilo quando der repente o presidente da casa paralisou a reunião por causa de uma discussão dos vereadores Ilton Campos e do Vereador Valdir Porto. Era provocação de ambas as partes. O presidente da casa suspendeu a reunião por trinta minutos para ver ser acalmava os ânimos. Mais não adiantou nada. Segundo o vereador Ilton Campos o vereador Valdir Porto pisou em seu pé e ele revidou a agressão. Segundo o vereador Valdir Porto ele não encostou no vereador e foi agredido por ele. Logo em seguida após as agressões verbais e  físicas foram separados. Essa briga aconteceu durante uma paralisação da reunião.

Agora é saber o que vai dar essa situação que ficou feia para todos que estavam presentes e para os vereadores da casa de lei de Unaí. Essa 18ª legislatura está sendo marcado por denuncias de recebimento de propinas, racismo e agora denuncia de vereador que não tem habilitação, agressões verbais e corporais e isso porque  não chegou nem na metade  dos trabalhos dos novos vereadores eleitos pelo povo unaiense.