Está acontecendo nesse dia 13 de setembro de 2018 o Primeiro Seminário Regional de Agente de Controle da Saúde e Agentes de Controle de Endemias de Unaí. Dentre a programação do evento estão debates sobre as diretrizes nacional do combate a dengue apresentado pela  Ilda Angélica, presidente da CONAC  e apresentação de teatro pela manhã.

A comissão mista aprovou no dia 20 de junho o texto final do relatório da Medida Provisória 827/2018, publicada em 19 de abril, que altera a Lei nº 11.350, de 5 de outubro de 2006, quanto às atribuições dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e dos Agentes de Combate às Endemias (ACE). Das 26 emendas parlamentares apresentadas, seis delas – nº 4, 15, 17, 21, 22 e 24 – tratavam do reajuste do piso salarial, porém nenhuma delas conseguiu integralidade na aprovação. O reajuste do piso é uma reivindicação dos trabalhadores desde 2014, quando a então presidente Dilma Rousseff vetou dispositivos da lei que tratavam do tema. O texto da MP diz que, em 2019, o piso nacional da categoria será de R$ 1.250; em 2020, R$1.400; chegando a R$1.550 em 2021. Após esse período a Lei das Diretrizes Orçamentárias (LDO) deverá estabelecer um novo piso formal para 2022, reconhecendo a data base da categoria na data de 1º de janeiro. “Para qualquer categoria profissional, estabelecer um piso e poder projetar melhorias salariais é importante e, nesse sentido, é uma conquista. Entretanto, permanece para os ACS o desafio de garantir a efetiva implementação desse piso, o que hoje encontra grandes resistências, fazendo com que sua adoção esteja longe de ser uma realidade no país”, ressaltou a professora-pesquisadora da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz), Angélica Fonseca. ( Fonte: Fio Cruz Brasil)

Já pelo período da tarde, a Drª Elane assessora jurídica do CONACS irá palestrar sobre assuntos como: Aposentadoria especial, piso salarial e sobre a lei Ruth Brilhante. Logo após a palestra ainda ocorrerá um momento tira duvidas onde os presentes poderão fazer questionamentos as palestrantes.