Você sabe o nome dos 15 vereadores da cidade de Unaí?

Destaco que a Câmara Municipal são composta por 15 Vereadores eleitos diretamente pelo povo unaiense, para uma Legislatura de quatro anos com atribuições constitucionais de legislar e fiscalizar a nossa cidade, além de representar essa mesma população que o elegeu. Para isso acontecer, há necessidade de que o eleitor unaiense (população) tenha conhecimento real de quais são as atribuições de um Vereador. A atividade política reservada à Câmara, corretamente desempenhada, é das mais nobres.

Através de uma duvida de nossa redação resolveu realizar uma enquete para saber se a população unaiense conhece os responsáveis pelo bom andamento de nossa cidade os “FISCAIS DO POVO”.

Os questionamentos apontados na Introdução desta materia  não podem deixar de serem discutidos pela sociedade como um todo. Mas, por motivos desconhecidos, não se discute essas situações, se coloca em pauta de discussão somente se os Vereadores estão ganhando “valores altíssimos” de subsídios, sem serem merecedores dessa remuneração paga pelo contribuinte.

Os questionamentos apontados na Introdução desta matéria não podem deixar de serem discutidos pela sociedade unaiense como um todo. Mas, por motivos desconhecidos, não se discute essas situações, se coloca em pauta de discussão somente se os Vereadores estão ganhando “VALORES ALTÍSSIMOS” de subsídios, sem serem merecedores dessa remuneração paga pelo contribuinte.

Os vereadores, dentre outras funções, também são responsáveis pela fiscalização das ações tomadas pelo poder executivo, isto é, pelo prefeito, cabendo-lhes a responsabilidade de acompanhar a administração municipal, principalmente no tocante ao cumprimento da lei e da boa aplicação e gestão do erário, ou seja, do dinheiro público.

Sem entrar no mérito político da questão, o Vereador quando eleito deve sim, representar toda a população de uma cidade. Não há que falar em representação de grupos, de bairros, de templos religiosos, ou qualquer outro segmento que represente individualidade por parte do Vereador. Sua ação perante a Câmara deve ser ética, moral e, acima de tudo, compromissada com as reais necessidades de um Município.

E sabedor disso faz a seguinte pergunta:

Resultado Final