A equipe do Portal Iluminar esteve na Câmara Municipal de Unaí no  dia “4’’ de fevereiro de “2019’’, onde foi efetuada á primeira reunião ordinária do ano.A reunião teve inicio as “14:hs’’,reunião também contou com a presença do Prefeito José Gomes Branquinho e de seu vice Waldir Novaes. O gestor municipal esteve no local cumprimentando a todos, mas não permaneceu na reunião pois segundo ele teria uma outra reunião mais importante. Isso trouxe um descontentamento para alguns vereadores que queriam fazer questionamentos sobre o município.

Os vereadores Paulo Arara e Ilton Campos questionaram essa decisão do Prefeito, confira o que o vereador Ilton Campos falou: “Eu quero pedi para que fique registrado em ata para constar conforme a nossa lei orgânica, conforme as regras legislativas o Prefeito cometeu mais um crime com a administração pública, fez novamente o poder legislativo de palhaço, ele não nos respeitou, porque é dever dele nos prover informações, ao contrario, ele não respeitou o poder constituído, pois segundo a própria lei é competência privativa do Prefeito iniciar o processo legislativo nos termos e casos previsto nesta lei orgânica e ainda remeter mensagem e planos de governo a câmara municipal quando a reunião inaugural que é hoje, então porque ele vem aqui correndo parecendo que nos somos mosquitos da dengue e ainda desrespeita o poder legislativo, desrespeito a lei orgânica, e quando funcionário desrespeita essa lei, responde processo e com ele não será diferente, por isso eu pedir para que conste o dispositivo da lei orgânica nesta ata’’. disse Campos.

 Já o vereador Paulo Arara pediu questão de ordem, veja o que ele disse: “Presidente minha questão de ordem seria para fazer algumas perguntas para o prefeito, mais como ele não esperou fica difícil. A saúde estar um causo, a obra no posto policial estar parada e nunca reinicia, então era essas perguntas que gostaria de fazer ao prefeito.” Afirmou ao vereador  

Veja o que a lei orgânica se refere ao que os vereadores questionaram do gestor na Seção V da lei Das Atribuições da Câmara Municipal.

 

O QUE FALA A LEI ORGÂNICA:

XV – fiscalizar e controlar os atos do Poder Executivo, incluídos os da administração indireta;

XXII – convocar o Prefeito e o Secretário Municipal, aprazando dia e hora para o comparecimento;

IX – processar e julgar o Prefeito, o Vice-Prefeito e o Secretário Municipal nas infrações político-administrativas, previstas nesta Lei Orgânica e na legislação federal aplicável;

X – proceder à tomada de contas do Prefeito não apresentadas dentro de sessenta dias da abertura da sessão legislativa, através de comissão especial;

XI – julgar, anualmente, as contas prestadas pelo Prefeito;

VERSÃO DA ASSESSORIA DO EXECUTIVO

Tentamos entrar em contato com o assessor do executivo via telefone e via whassap.Perguntamos ao assessor  se por ventura a prefeitura havia direcionado a Câmara Municipal informações do ano anterior sobre os questionamentos dos vereadores. Veja a resposta via aplicativo: “Boa tarde Robismar, Não tenho no meu telefone nenhum registro de tentativa de contato ontem. Penso que a motivação de sua ligação, seja essa demanda do seu áudio. Não tenho como levantar essa informação para você agora. Tentei contato com a controladoria. A título de sugestão talvez o órgão mais adequado a passar-lhe essa informação seja a Câmara Municipal. Mediante Verificação de eventual inadimplência com prestação de contas no legislativo. Retornaram do recesso antes de ontem.” Justificou Martins.

DESABAFO DO VEREADOR EUGENIO FERREIRA

O vereador Eugênio Ferreira colocou em pauta o lixão de Unaí como o próprio vereador se referiu veja o que ele, nos disse nesta reportagem:  

Perguntamos a assessoria da prefeitura se tem algum projeto em andamento para solucionar o que o vereador indagou na reportagem, a Assessoria de Comunicação fez opção por não se manifestar.

Texto: Robismar Pereira/fotos:José Ney e Robismar/Imagens: Robert Ruangley.