UNAÍ E PARACATU SOFREN COM A DENGUE: VOCÊS MORADORES O QUE ESTÃO FAZENDO?

Estamos passando por uma fase difícil que é a pandemia do COVID 19 em todo o mundo. Mais o que está matando nos bastidores e vem sendo o verdadeiro vilão do Brasil é a dengue.

Nos últimos dias em Unaí os casos estão acima dos parâmetros do índice, 191 NOTIFICAÇÃO,49 POSITIVOS, REFERENTE AO PERÍODO COMPREENDIDO ENTRE OS DIAS 26/4 A 2/5. E o que preocupa a nossa reportagem e a quantidade de lotes vagos que estão sujos e seus proprietários não tomam providencia de fazer a limpeza dos mesmos.

Podemos notar em andar pelos bairros de Unaí que existem vários lotes particulares com uma grande quantidade de matos. E com isso uma grande oportunidade da proliferação do mosquito Aedes Aegypti. O que nossa reportagem solicita dos moradores identifique esses lotes e repasse para a fiscalização da prefeitura tomar as medidas cabíveis.

DENGUE NA CIDADE DE PARACATU: PRIMEIRA MORTE NO ANO 2020

Na cidade de Paracatu uma jovem de 30 anos, moradora do bairro Prado em Paracatu, esteve na Unidade de Vigilância em Saúde U.V.S, onde foi realizado exame com resultado positivo para dengue. Em seguida, numa Unidade Básica de Saúde U.B.S, com quadro clínico de dor muscular e fraqueza, ela iniciou o tratamento clínico.

No dia primeiro de maio, com piora clínica e dor abdominal, a paciente deu entrada no Hospital Municipal, onde permaneceu internada. Seu estado clínico evoluiu com insuficiência respiratória e na madrugada de sábado (02), a jovem foi transferida para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sendo necessária intubação e medicamentos para aumentar a pressão.

De acordo com o coordenador da UTI, o médico cardiologista, Dr. Fabiano Finotti, a piora da paciente foi progressiva, com falência renal e hepática nas 48 horas seguintes. No dia (04), ela apresentou parada cardiorrespiratória, não respondendo as manobras de reanimação cardiopulmonar e veio a falecer com dengue grave.

A Secretaria Municipal de Saúde Paracatu lembra que para combater à dengue, os cuidados por parte de toda população devem ser diários no sentido de eliminar focos do mosquito e sua consequente proliferação. Em 2020, foram notificados 267 casos suspeitos e 133 casos da doença foram confirmados.

Em nota, a Prefeitura de Paracatu, em nome do prefeito Olavo Condé e da comunidade, se solidariza com a família pela grande perda.