RAPPER CARLOS MDA E GILVAN CABRAL FALAM DA CRIAÇÃO DA CANÇÃO “PROVAÇÕES”

O Rapper Unaiense Carlos MDA lançou seu mais novo vídeo-clip “PROVAÇÕES” música que conta a realidade que estamos vivendo em todo mundo, a música traz a participação do artista Gilvan Cabral do grupo Impacto Sonoro. Nós do Portal Iluminar sabendo da importância do manifesto cultural através da música, entramos em contato com os artistas para uma entrevista, onde eles puderam explanar como surgiu essa ideia de fazer essa linda música que já é viral na internet.

Confira agora, a entrevista do Rapper Carlos MDA e Gilvan Cabral do grupo Impacto Sonoro.

O rap faz o papel do Governo, ele instrui para ajudar a auto estima de algumas pessoas, ele diz para o moleque procurar informação, comportamento, atitude, cultura, o rap acaba não tendo a liberdade apenas de ser arte, ele se preocupa com a condição das pessoas mais desfavorecidas, e isso acaba levando algumas pessoas a se incomodar com a forma que a letra que é expressa na música no Brasil.

A função principal do rap, portanto, é denunciar a realidade do meio que vive, com letras marcadas pelo tom de protesto ou até mesmo da poesia informativa, por serem politicamente engajados na grande realidade que poucos tem coragem de expor para a sociedade.

O estilo realista caracteriza por representar a realidade nua e crua. Dos bairros carentes, nesse estilo o rapper procura relatar a causa das desigualdades sociais, utilizando uma linguagem próxima a sua realidade, com gírias e sem qualquer rebuscamento, sua narrativa é minuciosa e lenta ao contrário do rap futurista que possui uma sonoridade moderna, com uma linguagem rápida e que muitas vezes não segue uma sequência narrativa, explorando assim, outros recursos de linguagem.

O rapper é responsável por produzir uma poética oral. O estilo, para ele é uma opção que tem implicações na linguagem que vai empregar, bem como no tipo de representação que faz da sua realidade. Ao empregar o estilo futurista o rapper procura representar sua realidade de uma maneira suavizada. Para isso, ele trabalha com uma linguagem fragmentada do ponto de vista tempo e espaço e prenhe de metáforas e onomatopeias.