NOVE DE MAIO: UM DIA ESPECIAL PARA CAPOEIRISTAS UNAIENSES.

Foi organizado um grande encontro de capoeiristas na noite dessa segunda-feira, 9/5, na UAI.

Compareceram quase todos os professores de grupos de capoeira, para uma grande confraternização e homenagem a Antônio Batista Pinto Zulu, (Mestre Zulu).

Ele Foi um dos grandes mestres que iniciaram a capoeira em Unaí, educou vários alunos e levou o nome de Unaí para o Brasil.

A noite também ficou marcada na historia por celebrar o primeiro ano da lei nº3. 362, que institui o dia 9 de maio, como o “DIA MUNICIPAL DA CAPOEIRA E DO CAPOEIRISTA DE UNAÍ” lei que foi de iniciativa da vereadora Andréa Machado.

A capoeira é uma expressão cultural brasileira que compreende os elementos: arte-marcial, esporte, cultura popular, dança e música.

Além dos sons dos berimbaus, o grupo de samba “Simplicidade” tocou e alegrou a todos com belo repertorio.

A aluna Maria Eduarda realizou a leitura de um texto em homenagem aos professores, alunos e admiradores da Capoeira, deixando todos emocionados.

O Prefeito de Unaí, José Gomes Branquinho compareceu ao evento, e deixou um vídeo de agradecimentos para ser exposto durante o evento.

Justificou a ausência da secretaria de Cultura mais informou que o secretario de Esportes Aguiar, daria todo suporte necessário.

“Estou aqui para abraçar e representar cada unaiense, somos mais 90 mil pessoas, em nome da comunidade dou as boas vindas ao mestre Zulu, que formou todos os mestres aqui presentes”, disse o Prefeito.

Durante o evento foi apresentado um documentário sobre os grupos de capoeira Unaienses.