Início DESTAQUE GRUPO ACORDA UNAÍ LEVA DENÚNCIA AO MINISTÉRIO PÚBLICO E À CÂMARA MUNICIPAL...

GRUPO ACORDA UNAÍ LEVA DENÚNCIA AO MINISTÉRIO PÚBLICO E À CÂMARA MUNICIPAL COM AMPLO APOIO POPULAR

488
0

GRUPO ACORDA UNAÍ LEVA DENÚNCIA AO MINISTÉRIO PÚBLICO E À CÂMARA MUNICIPAL COM AMPLO APOIO POPULAR

 

Editor Chefe: Robismar Pereira | Portal Iluminar

 

Em um importante momento em defesa da transparência e responsabilidade na gestão pública, o Grupo Acorda Unaí, representando não apenas a si mesmo, mas também centenas de cidadãos, apresentou uma denúncia de infração político-administrativa contra o Prefeito Municipal José Gomes Branquinho e os vereadores Andrea Machado, Cleber Canoa, Ronei do Novo Horizonte, Petrônio Nego Rocha, Diacono Ge, Professor Diego, e Tião do Rodo.

 

No dia 4 de dezembro de 2023, observou-se uma ausência coordenada desses vereadores em reuniões cruciais da Câmara Municipal, prejudicando o funcionamento regular da instituição. Este movimento, aparentemente articulado em conjunto com o Prefeito, levanta questionamentos sobre a integridade do processo democrático em Unaí.

 

Precedendo este episódio, o Partido PSDB, ao qual o Prefeito é filiado, enviou um ofício ao atual presidente da Câmara solicitando a convocação do vereador suplente da vereadora Nair Dayna, afastada pela justiça por suposta prática de “rachadinha”.  Ou até mesmo a adiar a reunião.

A denuncia foi acompanhado por um áudio do vereador Petrônio Nego Rocha, evidenciando o contexto que teria um acordo para votação da para presidente da Câmara municipal.

 

O QUE FOI ENTREGUE

Áudios que corroboram a negociação política e o acordo entre os vereadores e o Prefeito.

Cópia do ofício do PSDB solicitando a convocação do vereador suplente ou adiamento da reunião.

Abaixo-assinado com nomes, documentos e assinaturas dos cidadãos que apoiam a denúncia.

 

Diante desses elementos, o grupo solicitou  uma apuração imediata com base no Artigo 4º, inciso 1 do Decreto 201/1967, que trata das infrações político-administrativas dos Prefeitos Municipais. Destacamos especialmente o impedimento do funcionamento regular da Câmara Municipal, prejudicado por ações coordenadas dos vereadores em acordo com o Prefeito.

Procuramos os grupo que nos mandou essas informações “Acreditamos que tais ações violam os princípios éticos e legais que regem a administração pública, comprometendo a representação democrática do povo. Estamos prontos para colaborar com informações adicionais necessárias à investigação”.

 

#GrupoAcordaUnaí #Transparência #ResponsabilidadePública #Democracia #PortalIluminar