Início DESTAQUE Capul faz 60 anos e inaugura nova indústria de laticínios

Capul faz 60 anos e inaugura nova indústria de laticínios

340
0

Capul faz 60 anos e inaugura  nova indústria de laticínios

A data de 25 de maio de 2024 está marcada na história do cooperativismo de Unaí e região, principalmente para os produtores de leite, quando a Capul comemorou 60 anos e presenteou seus cooperados inaugurando a nova Indústria de Laticínios, que está instalada ao lado da Indústria de Nutrição Animal, e receberá toda a produção leiteira da região, bem como fabricar seus produtos lácteos.

História

Em Unaí, no dia 24 de maio de 1964, oitenta produtores rurais reuniram-se no salão social do Itapuã Iate Clube para construírem uma sociedade cooperativa. Nesta assembleia os presentes elegeram o primeiro presidente da CAPUL, Arquimedes Costa, e criaram o primeiro Estatuto da cooperativa onde reza o objetivo maior da sociedade que é a defesa dos interesses econômicos dos produtores rurais da região.

Desde a sua fundação em 1964, a Capul tem passado por muitas mudanças, municípios vizinhos também aderiram ao movimento cooperativista e muitos produtores se filiaram à cooperativa.

Até hoje, cooperados e fundadores ainda se mantém firmes no propósito inicial, e alguns infelizmente já se foram, mas deixaram um pouquinho da sua história.

60 anos

Hoje, comemorando 60 anos, a Capul – Cooperativa Agropecuária Unaí Ltda – está sediada no município de Unaí, no Noroeste do Estado de Minas Gerais, uma região propícia para a agropecuária. Centrada no cooperativismo, coleciona números que reforçam a classificação de cooperativa sólida da região Noroeste de Minas. São mais de 3000 mil cooperados ativos e mais de 1.000 colaboradores, além de onze filiais, que se localizam nas cidades de Arinos, Bonfinópolis de Minas, Brasilândia de Minas, Buritis, Cabeceira Grande, Dom Bosco, Natalândia, Riachinho, Uruana de Minas, Urucuia, Ruralminas e Cabeceiras-GO.

A Capul tem a missão de promover o cooperativismo e o desenvolvimento sustentável de seus cooperados e colaboradores bem como atender aos anseios dos clientes e fornecedores por meio de produtos e serviços de excelência. Tem a visão de ser referência entre as cooperativas agropecuárias do país, em bases econômicas sólidas, com foco nos cooperados e interação social, e mantém os valores de ética e transparência; governança cooperativa; compromisso com os princípios cooperativistas; respeito à cultura e à história da instituição; igualdade de tratamento entre os cooperados; crescimento com sustentabilidade e responsabilidade social e ambiental.

Através de sua diretoria se compromete a buscar sempre a sustentabilidade de seus negócios, aplicando todas as ações da sua política ambiental com foco na melhoria contínua de seu desempenho ambiental.

A Capul atua em diversas áreas ligadas direta e indiretamente ao agronegócio. Através de suas atividades atende as necessidades dos cooperados, de seus familiares e demais clientes. Sua área comercial abrange desde produtos veterinários, peças e ferragens, tanques de leite, silos, postos de combustíveis automotores, supermercados, rações e suplementos minerais. Dentre os serviços que presta ao produtor rural cooperado, encontram-se: assistência técnica rural especializada; assessoria ambiental; manutenção mecânica e elétrica; consultoria jurídica, administrativa e financeira.

Os produtos lácteos da Indústria de Laticínios Capul estão presentes há mais de 40 anos na região Noroeste de Minas.

Queijos, manteigas, doce, queijos e requeijões que preservam os sabores das tradicionais receitas mineiras, são produzidos sob os mais rigorosos procedimentos de controle de qualidade definidos pelo Serviço de Inspeção Federal (SIF) e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) que conferem qualidade, confiabilidade e sabor.

Merece destaque o Leite Pasteurizado Integral Capul que, recebido da fazenda em tanques isotérmicos, é submetido a rigorosos processos de pasteurização e mantido em câmaras frias até a sua chegada aos pontos de vendas, com a qualidade Capul.

Este é o compromisso da Capul: levar a sua casa produtos de qualidade, preparados com o carinho que sua família merece.

Inauguração

Numa organização impecável, a diretoria recebeu os cooperados e familiares, os colaboradores e convidados em enormes tendas armadas no local com banheiros químicos e um espaço aconchegante, tudo digno de uma grande comemoração.

Na mesa de autoridades o presidente Raimundo Sauer, o vice-presidente Manoel José de Faria e o diretor comercial Claudimar Dias de Oliveira tiveram a companhia dos membros do conselho de administração e do conselho fiscal.

A data foi bastante mencionada sobre um sonho que se tornou realidade nas falas dos conselheiros, sempre citando a “Família Capul”, em um dia muito importante para o cooperativismo regional. Elogiaram as diretorias anteriores e destacaram o trabalho, a competência, a organização e a honestidade da atual diretoria. Também citaram o empenho dos cooperados e colaboradores no crescimento da cooperativa durante esses sessenta anos. Todos foram unânimes em dizer que a Capul tem melhorado em muito a vida dos produtores de leite de Unaí e região e sempre está procurando alternativas na melhora do preço do leite e dos produtos oferecidos.

O diretor administrativo, Claudimar Dias de Oliveira, informou que devido a problemas ambientais, a mudança já estava prevista há mais de 10 anos, porque quando foi criada a indústria de laticínios, o local era um campo aberto e agora está dentro da cidade, mas que não tinham condições de sair, e que com a obra de esgoto realizada pela prefeitura municipal foi possível iniciar a obra em agosto de 2021, que está praticamente concluída, e dentro de no máximo 60 dias começa a transferência gradativamente da indústria, que não é um processo simples, com capacidade para receber 500 mil litros de leite por dia.

O vice-presidente, Manoel José de Faria, recordou daquele grupo de pessoas que há 60 anos se uniram e criaram a Capul: “Fizeram tudo isso. Cooperar é dizer família, e essa família está maravilhosa, a casa está cheia e bonita com tantas pessoas de idade, jovens e crianças, isso para nós é uma bênção e prova que cooperar são todos juntos. Raimundo, obrigado a você e aos conselheiros pela confiança que têm nos dados”.

O presidente Raimundo Sauer comparou a cooperativa com uma árvore que começa com o plantio da semente, vira uma arvorezinha, cresce, abre os galhos e dá sombra: “A cooperativa está aqui para dar sombra, apoiar e dar dignidade ao produtor no dia a dia. Governo não cria uma cooperativa, ele nasce de uma necessidade. Hoje, nossa cooperativa tem uma imagem na qual, trabalhamos muito, que é a honestidade e transparência. É uma cooperativa sólida e consistente, que vai em busca das demandas para que novas oportunidades apareçam visando o futuro e o desenvolvimento. A origem da cooperativa está na agricultura, e não tem produção de leite sem agricultura, por isso estamos diuturnamente procurando oportunidades para crescer e satisfazer as demandas do nosso produtor”.

Ele destacou os projetos sobre o maracujá, frango caipira, aves poedeiras e assistência técnica, chegando agora na parte da industrialização da produção de leite e finalizou: “É importante a gente agregar valor na nossa matéria prima. Tudo que temos aqui é por causa do companheirismo dos cooperados que veem a necessidade e acreditam naquilo que estão fazendo, e isso é o que é mais importante, acreditar na cooperativa. Temos que crescer juntos e criar valores na nossa produção, que só é valorizada depois de industrializada. Agradeço a presença de vocês e que festejamos os 60 anos da Capul do jeito que ela merece, com muita alegria, muito otimismo. A festa não seria tão bonita se vocês não estivessem aqui”.

Homenagem

O presidente Raimundo Sauer entregou uma placa de homenagem aos ex-presidentes que estão no dia a dia: Valdinei Paulo da Silva, Geraldo Martins Gontijo, Edson Lucas da Silva e José Augusto de Carvalho. O ex-presidente Zuza Machado, um dos idealizadores do projeto, não compareceu por motivo de doença.

Todos usaram da palavra ressaltando o desenvolvimento da cooperativa e a dedicação dos cooperados e colaboradores nos resultados extraordinários obtidos durante todos esses anos.

O presidente Raimundo Sauer também foi homenageado e emocionado agradeceu a organização da festa que, segundo ele, “foi perfeita, fabulosa”.

Após todos entoarem os “Parabéns Pra Você”, a diretoria se deslocou até o portão de entrada da Indústria de Laticínios e fez o corte da fita inaugural, transformando aquele sonho antigo em realidade.

A cantora Samara Sales e a dupla sertaneja Mattho Grandi e Matheus se apresentaram durante o almoço que foi preparado especialmente pela APAE.

Várias caravanas de cooperados de municípios vizinhos, onde a cooperativa atua, participaram da comemoração dos 60 anos da Capul.